• PT/BR
  • ENG/US
Alto Contraste + Aumentar fonte - Diminuir fonte

O supercomputador SiDi IARA (Inteligência Artificial Revolucionando o Amanhã), o primeiro no país dedicado a acelerar projetos de desenvolvimento de soluções de IA, está entre os 500 maiores do mundo, de acordo com a lista TOP500, divulgada recentemente. Em sua 57.ª edição, a lista coloca o SiDi IARA em 111.º lugar – em um ranking dominado pelo Japão, Estados Unidos, China e diversos países europeus. O supercomputador foi construído por meio de convênio com a Samsung para execução das iniciativas de IA da empresa.

Em operação desde o início deste ano, o supercomputador do SiDi conta com tecnologia da NVIDIA Enterprise, empresa que inventou a GPU (unidade de processamento gráfico) e revolucionou a computação paralela. “A construção de uma infraestrutura de IA com NVIDIA DGX proporciona ao SiDi recursos internos semelhantes aos oferecidos no mundo pelos maiores provedores de serviços de nuvem”, ressalta John Yi, superintendente do instituto de tecnologia. “Só para dar uma ideia, a capacidade de 125 petaflops de desempenho do SiDi IARA equivale a 2 milhões de notebooks trabalhando em conjunto”, acrescenta.

“Esse é mais um passo importante para transformar o SiDi em um centro de excelência em projetos de Inteligência Artificial, processamento natural de linguagem e machine learning”, conclui John Yi.

“Nós, da Samsung, estamos muito contentes em saber que o supercomputador já é considerado um dos maiores do mundo mesmo com o pouco tempo de funcionamento. Essa é uma conquista de todos que participam ativamente desse projeto desafiador. Tenho certeza que estamos apenas no começo e, em breve, vamos colher resultados ainda maiores, sempre tendo como objetivo oferecer o melhor da tecnologia por meio de nossos produtos e serviços”, afirma Fernando Arruda, Diretor de Planejamento de Pesquisa e Desenvolvimento da Samsung no Brasil.

“É uma grande alegria fazer parte desse projeto com o SIDI, trazendo mais um supercomputador focado em Inteligência Artificial para o Brasil. Parabenizamos o SiDi em incentivar a aceleração das pesquisas em IA no país, isso representa um importante passo regional, quando falamos de infraestrutura de IA na América Latina, o SIDI tem uma da maiores atualmente e isso proporciona uma grande vantagem competitiva”, comenta Marcio Aguiar, diretor da NVIDIA Enterprise para América Latina.

Instalado em um data center em São Paulo, o supercomputador, construído a partir de recursos da Lei da Informática, ocupa uma área de 100 metros quadrados e possui 25 sistemas NVIDIA DGX A100 interconectados em uma rede NVIDIA Mellanox InfiniBand, que oferecem uma capacidade de armazenamento equivalente à de 8,7 milhões de smartphones atuais. E ainda 1,5 petabytes de armazenamento, com capacidade de suportar o desempenho computacional e as necessidades do projeto.

#SejaSiDier

Faça parte do nosso universo tecnológico
Trabalhe no SiDi
Top